Comic-Con San Diego, Séries de TV e Cinema A cobertura da Comic-Con feita por um brasileiro para brasileiros e muito mais!
  • scissors
    December 19th, 2010Edu TeixeiraSéries

    O produtor, diretor e roteirista Frank Darabont em ação

    Frank Darabont , diretor de Um Sonho de Liberdade (“The Shawshank Redemption”) e de À Espera de Um Milagre (“The Green Mile”), e responsável pela adaptação dos quadrinhos “The Walking Dead” para à televisão, deu essa entrevista o site do canal AMC, contando um pouco sobre o trabalho na série. Traduzi as partes mais legais da entrevista.

    P: O que te atraiu para o gênero zumbi?

    R: Eu sempre quis dar a minha versão sobre o mito dos zumbis, desde quando era criança e vi o filme A Noite dos Mortos Vivos (1968) de George Romero. A versão em preto e branco.

    Esse filme foi tão marcante, que eu o considero a Bíblia da nossa série. Sempre que há uma dúvida sobre o comportamento dos zumbis, eu recorro ao filme. A minha parte favorita é o interminável debate entre os fãs sobre o quão rápido um zumbi pode se mover. Existem pessoas que simplesmente não suportam ver zumbis correndo, mas se você olhar para o primeiro zumbi que aparece no filme –  em um no cemitério perseguindo Barbara – ele se levanta e dá uma boa corrida. É essa cena que serve de parâmetro para mim. Se eles estão andando de forma lânguida ou perseguindo alguém, eles nunca se moverão mais rápido que esse zumbi de A Noite dos Mortos Vivos.

    P: É claro que a história em quadrinhos de Robert Kirkman é a outra Bíblia da série. Como você decidiu que as revistas seriam o ponto de partida para contar a estória?

    R: Como me deparei com “The Walking Dead” não é mais um grande mistério. Há alguns anos, eu estava em uma loja de quadrinhos e descobri as revistas lá. Como sou louco por zumbis desde sempre, levei as revistas para casa, as li, e disse: “meu Deus, aqui há uma grande série a ser feita”. E eu tenho sido o cavalo perseguindo a cenoura durante cinco anos, para finalmente ter o prazer de estar no set.

    P: Como você acha que os quadrinhos de Kirkman, e esta série de televisão, diferem dos filmes anteriores de zumbis?

    R: Uma das coisas que achei mais intrigante sobre “The Walking Dead” é seu forte foco nos personagens. Dentro do contexto de um apocalipse zumbi maneiro, havia um drama muito sério. Eu pensei que isso seria uma grande oportunidade para satisfazer não só os fãs de zumbis, atraindo também um público que normalmente não, necessariamente, procuraria um filme de zumbis para assistir.

    P: Como é trabalhar com Andrew Lincoln (Rick) e Jon Bernthal (Shane)?

    R: Eu amo esses caras! Ambos são estrelas, e são simplesmente dois dos atores mais doces e competentes que eu já encontrei. Eu já trabalhei com alguns atores realmente fantásticos no passado, e  acho que esses caras são tão bons quanto qualquer um deles. Reconheço que nesse caso fui abençoado, pois às vezes quando você está dirigindo, você se sente amaldiçoado. Quando tudo está funcionando a seu favor e você tem atores no elenco como eles, isso é realmente uma bênção.

    Q: Como foi filmar em Atlanta em comparação a filmar em lugares mais tradicionais como Hollywood?

    R: Atlanta está provando ser uma ótima escolha em todos os sentidos, seja em termos do que ela tem para oferecer, em termos daquilo que a história necessita, em termos de variedade de locais e é realmente um lugar fantástico para filmar. No momento, está quente como o inferno, e você têm que colocar no seu “chapéu especial para verões quentes e úmidos”, mas quando você se acostuma com isso e a usar uma toalha úmida sobre a cabeça, fica tudo bem.

    Posts Relacionados:

    Tags:
  • scissors
    December 19th, 2010Edu TeixeiraSéries

    Dando continuidade ao fim de semana de zumbis no blog, separei para vocês um super vídeo mostrando os bastidores de “The Walking Dead“. É longo, mas vale muito a pena.

    Fiquem ligados, que ainda vem a entrevista com o produtor executivo da série, o grande Frank Darabont.

    Posts Relacionados:

    Tags:
  • scissors
    December 18th, 2010Edu TeixeiraSéries

    Michelle MacLaren

    Quantos tipos diferentes de zumbis existem? A maioria de nós responderia apenas um: o tipo faminto. A diretora do episódio 2 (Guts) de “The Walking Dead” tem uma resposta diferente. Neste vídeo abaixo, Michelle MacLaren serve de guia por trás das câmeras, explicando as diferentes classes de zumbis (Alfa, Beta, Charlie e Delta) e ainda descreve como é filmar um ataque dos mortos-vivos em meio a uma chuva torrencial.

    Posts Relacionados:

    Tags:
  • scissors
    December 18th, 2010Edu TeixeiraSéries

    Desde o fim da primeira temporada da “The Walking Dead“, tenho lido algumas críticas em veículos de massa que, a meu ver, são totalmente injustas. Parece que certos críticos se recusam a surfar a onda da maioria, mesmo quando a maioria está certa. Acham que como todo mundo tá eloginando uma série, eles precisam se destacar arrumando algum defeito. Até o fato da primeira temporada ter 6 episódios foi criticada. Como se isso fosse uma decisão criativa.

    Por isso, resolvi fazer alguns posts nesse fim de semana pré-natalino, homenageando um dos melhores novos dramas dessa temporada. Para começar, preparei algumas galerias de fotos da curta, mas sensacional primeira temporada de “The Walking Dead“. Destaco a última galeria que mostra a epidemia se alastrando pelo mundo. Espero que gostem.

    Fiquem ligados, pois têm mais coisas legais vindo até amanhã.

    Os Personagens

    Cincopa WordPress plugin

    Walkers

    Cincopa WordPress plugin

    Episódio 1

    Cincopa WordPress plugin

    Episódio 2

    Cincopa WordPress plugin

    Episódio 3

    Cincopa WordPress plugin

    Episódio 4

    Cincopa WordPress plugin

    Episódio 5

    Cincopa WordPress plugin

    Episódio 6

    Cincopa WordPress plugin

    Epidemia Global

    Cincopa WordPress plugin

    Posts Relacionados:

    Tags:
  • scissors
    December 8th, 2010Edu TeixeiraSéries

    Krikman e o elenco na Comic-Con

    Se você perdeu a primeira parte, clique aqui para lê-la.

    P: Qual o seu personagem favorito na série até agora? Ele também é seu favorito nos quadrinhos? — Megan Wallace

    R Eu odeio ter que escolher um favorito, e todos estão fazendo um trabalho fantástico, mas fo#$-se: Daryl Dixon é provavelmente meu personagem favorito e existe um motivo claro para isso… Ele é novo para mim e muito excitante. Rick é super excitante para os espectadores, mas eu já o conheço. Eu tenho escrito o Rick por quase oito anos….Norman Reedus está interpretando Daryl, e ele é uma grande adição ao elenco.Adoro seu comportamento. Amo seus diálogos e sua besta (arma que atira flechas)! Eu estou muito enciumado por não ter colocado alguém com uma besta nas revistas. Eu dormi totalmente no ponto. Eu preciso dar um jeito de colocar uma besta nos quadrinhos agora!

    Q: Qual o seu tipo preferido de cena quando está escrevendo “The Walking Dead”? — Isaac Cole

    A: Aquelas em que pessoas morrem [risos]. Quando estávamos decidindo qual roteiro eu escreveria, a idéia era que fosse o episódio 4, e eu sabia que o ataque ao acampamento estava planejado mais ou menos para esse ponto da série, e que seria ali que Amy morreria. E eu pensei comigo mesmo, “Quero muito escrever esse episódio no qual pessoas morrem. É isso que eu quero fazer.” E eu amo o fato de que na série de TV não haverá morte de um personagem principal até eu escrever uma. Eu até que gosto dessa condição: se você quer que eu escreva um episódio, tenho que poder matar alguém. Eu também me sinto um pouco mal com isso, pois matar personagens é despedir atores.

    Q: Quais as diferenças entre escrever uma revista em quadrinhos e um roteiro para a série de TV? — schizorabbit

    A: Os formatos são parecidos, mas os roteiros dos quadrinhos com mais ingerência sobre a parte visual do que quando escrevo para a série. Uma das coisas mais legais de escrever para TV é ter o benefício de trabalhar na sala dos roteiristas. Então, eu passo semanas trabalhando a estória com um grupo de escritores e o Frank, antes mesmo de escrever uma linha sequer. Quando eu escrevo uma revista, o trabalho é a todo vapor: Eu penso em algo e decido em fazer ao mesmo tempo. Quando você está escrevendo uma série de TV, você pensa em algo e então quatro pessoas pegam essa idéia, a dissecam e tentam fazer buracos nela em um processo de melhoria. Eu gosto muito desse processo.

    P: Se algum dia você for mordido por um zumbi, você quer que alguém te mate ou deixe você se transformar? — Jessica Bolton

    R: Eu definitivamente preferiria virar um zumbi. Sequer sabemos o que vai acontecer quando alguém se transforme em zumbi. E morrer é algo tão desconhecido, eu não sei o que vai acontecer quando eu morrer, mas eu já vi zumbis andando por ai, e eles não pareciam infelizes. Pelo pouco que sabemos, eles podem estar em uma terra ensolarada, na qual todos se parecem com baquetas de bateria. Talvez eu coma meus entes queridos, eles se transformem também e todos seremos felizes.

    P: Se o apocalipse ocorrer, o que você levaria ao fugir de casa? — Jennifer Joseph

    R: Minha vida. Eu cometeria suicídio bem no início de um apocalipse de zumbis, apenas por estar escrevendo essa estória por oito anos e nela viver é como estar no inferno. Eu não sou suicida – sou um cara feliz – mas meu Deus, eu não gostaria de viver naquele mundo. Não há chesseburgers depois do apocalipse, e eu os adoro.E para negar completamente a resposta anterior: eu nunca gostaria de ser mordido por um zumbi. Deus, isso seria terrível. Você pode imaginar? Eu já fui mordido por uma criança e foi horrível.

    Q: Aquele gambá é seu animal de estimação? – Matt Day

    A: Eu fui mordido por um gambá durante uma sessão de fotos [risos]. Aquela é a Millie, minha gambá de estimação. Ela fica comigo aqui em Backwoods, Kentucky. Ela praticamente só come repolho e já foi “desgambázinada”. Não tem mais a glândula e as garras. Ela é uma criatura muito dócil.

    Espero que vocês tenham gostado. Em breve mais entrevistas com a equipe de “The Walking Dead

    Posts Relacionados:

    Tags:
  • scissors
    December 8th, 2010Edu TeixeiraSéries

    Clique para ampliar

    O site oficial de “The Walking Dead” publicou a seguinte entrevista com o criador e produtor executive de “The Walking Dead”, Robert Kirkman. Achei as perguntas feitas por fãs muito interessantes, e resolvi traduzir para vocês. Como a entrevista é longa, vou dividi-la em duas partes.

    P: Como você acha que sua estória de zumbis difere das que já foram contadas? — Eric Converset

    R: Provavelmente a maior diferença é que ela tem continuidade. Nunca houve uma estória de zumbis que tenha seguido um elenco por um tempo indeterminado, e nós iremos ver esses personagens crescer e se desenvolver. Acho que esse é o aspecto mais interessante da série, e provavelmente seu maior diferencial.

    P: Porque seus personagens chamam os zumbis de walkers? — Erica Badu

    R: O principal motivo é que zumbi é um termo que estamos habituados a ouvir, e quando um personagem sai por ai falando “zumbi”, isso te tira da estória. Aquilo está acontecendo em um mundo que nunca ouviu falar de zumbis antes. Então, apenas não usamos essa palavra. Cada novo grupo que nossos personagens encontrar terá um nome diferente para os zumbis. Alguns já os chamam de geeks. Acredito que eventualmente um grupo os chamará de roamers,  lurkers e biters, como nos quadrinhos.

    P: A parte do CDC não existia na revista em quadrinhos. Qual a motivação por trás dessa inclusão na série? — Andrew Neisess

    R: Essa idéia foi trazida pelo Frank (Darabont) no início do trabalho e eu acho que ela era uma boa. Quando você está em uma região, e existe algo como o CDC por perto, é lógico que essas pessoas tentem conseguir algumas respostas lá. Eu não acho que o fato de não isso não ocorrer nos quadrinhos, seja uma razão boa o suficiente para não ocorrer na série. Eu gosto da adição do Dr. Jenner e das consequências do encontro do grupo com ele. E para algum purista que possa estar zangado com isso, tudo que posso dizer é que o episódio termina com os personagens em comboio, pegando a estrada. Por tudo que sabemos, eles podem estar a cinco milhas de distância da Fazenda Hershel. Eu mal posso esperar para ver a Fazenda. Eu acho que será uma linha de estória bem legal. Eu gostaria de ver a Maggie, o interesse amoroso de Glenn. Estou ansioso para saber quem fará o papel da Michonne, e como ela será interpretada na tela. Isso será muito maneiro.

    P: Como foi o processo da decisão de deixar a trama do Shane ir à diante? — Joshua Beane

    R: Bem, esse é um exemplo de conserto de algo que eu deveria ter feito nos quadrinhos. Quando eu o estava escrevendo, eu não sabia se eles durariam seis, doze ou três edições. Então meu método era colocar para for a todas as coisas legais e seguir em frente para escrever mais coisas legais. Assim, eu poderia criar o máximo de estória possível na edição impressa, antes do cancelamento. Foi assim, “Existe um ótimo triângulo amoroso. Ok, acabou. Vamos em frente”. O Frank me disse: “Tem muito valor nessa trama, e esse personagem Shane é muito interessante.”. Essa parte da estória é ótima e Jon Benthal é um ator incrível. Quero mais dele no seriado e é muito maneiro, pois ele já viveu além do ponto de sua morte nos quadrinhos, então ele fica completamente desconhecido para os fãs. Eu quero que os fãs da série não saibam o que vai acontecer, pois isso é a melhor parte de ler os quadrinhos.

    Em breve publicarei a segunda e última parte.

    Posts Relacionados:

    Tags:
  • scissors
    December 3rd, 2010Edu TeixeiraSéries

    Andrew Lincoln

    Na tarde de 1º de Dezembro, acompanhei ao vivo pelo Twitter um bate-papo entre o pessoal do site TV Tango e Andrew Lincoln de “The Walking Dead”, que terá seu episódio final da temporada exibido nos próximo domingo (nos EUA). Seguem os principais trechos:

    “A estória de Morgan (Lonnine James) realmente me comoveu no piloto.”

    “Se você for contra uma estória sobre pessoas mortas, você terá a chance de contar algo sobre como é estar vivo.”

    Ao ser perguntado sobre ser o astro da série, ele respondeu: “Eu não diria isso. Sou apenas o mais ocupado.”

    “Todos no elenco ficaram muito tristes quando perdemos três importantes personagens no quinto episódio.”

    Sobre o episódio final da temporada, Lincoln disse: “Nesse show, não dá para ficar muito confortável. As coisas nem sempre são o que parecem.”

    Sobre a próxima temporada, ele disse: “Estou ansioso como qualquer outra pessoa para saber como sobreviveremos ao apocalipse dos zumbis.”

    Sobre as cenas nas quais teve que usar restos de zumbis como colar, ele confessou: “Filmamos essas cenas às 04h30min da madrugada. O sentimento geral era que estávamos fazendo algo errado.”

    “Cada filmagem parecia a de um filme.”

    Sobe a cena da picareta: “No set eu disse ‘Sou só eu? Ou isso é realmente chocante? ’ Todos tampavam a boca com as mãos.”

    “Toda vez que perdemos alguém do elenco, jantávamos todos no estilo de uma família.”

    Se você ainda não conhece “The Walking Dead”, não veja na Fox brasileira. A emissora está picotando a série sem dó nem piedade. Baixe a série, ou espere o lançamento em DVD. Recomendo!

    Posts Relacionados:

    Tags:
  • scissors
    December 2nd, 2010Edu TeixeiraFilmes, Séries

    Clique para ampliar

    Séries de canais a cabo, como “Dexter”, “The Walking Dead” e “Boardwalk Empire”, continuam sendo alvos óbvios de piratas, mas foram as séries de canais abertos que lideraram a lista das mais baixadas na semana passada. Curiosamente, duas séries bem ameaçadas de cancelamento estão entre as três líderes: “Chuck” e “The Event”.

    Baixo séries há anos, por morar no Brasil e não suportar esperar pelos novos episódios. No levantamento, não há dados de quantos estrangeiros (não norte-americanos) baixaram essas séries, porém fica claro que a percepção é que o download dentro dos EUA está prejudicando muito algumas delas.

    Segue a lista das 10 séries mais baixadas no “The Pirate Bay”:

    1. Chuck
    2. Gossip Girl
    3. The Event
    4. Dexter
    5. 90210
    6. Lie to Me
    7. The Walking Dead
    8. Boardwalk Empire
    9. Lost Girl
    10. True Blood

    Clique para ampliar

    Dispicable Me”(Meu Malvado Favorito) foi o filme mais pirateado em sites torrent na semana passada. O lançamento do DVD nos EUA está previsto para 14 de Dezembro. Ele empurrou “Inception” (A Origem) – líder na semana anterior – para o segundo lugar.

    Segue a lista dos 10 filmes mais pirateados segundo o TorrentFreak:

    1. Despicable Me
    2. Inception
    3. Easy A
    4. Harry Potter and the Deathly Hallows
    5. The Sorcerer’s Apprentice
    6. The Social Network
    7. Takers
    8. Scott Pilgrim vs. the World
    9. Dinner for Schmucks
    10. Shrek Forever After

    Posts Relacionados:

    Tags: , , , , , ,
  • scissors
    December 1st, 2010Edu TeixeiraSéries

    Isso é sério Frank?

    “The Walking Dead” vai chegando ao fim de sua primeira e sensacional temporada, e parece que será o fim de sua equipe de roteiristas também. O showrunner Frank Darabont (Um Sonho de Liberdade) aparentemente demitiu toda a equipe de escritores e planeja entregar a tarefa à freelancers na segunda temporada. Tenho fé no bom e velho Frank, mas essa decisão não me parece inteligente.

    Prefiro esperar pelo pronunciamento oficial da AMC para me desesperar de vez, achando que o mundo acabou (com trocadilho, por favor)!

    Falando em “The Walkind Dead”, você já votou na melhor estreia da temporada 2010-2011 até agora? Então conheça os candidatos e vote na sua preferida.

    Posts Relacionados:

    Tags:
  • scissors
    November 30th, 2010Edu TeixeiraSéries

    Estamos chegando no fim do ano e no que ficou convencionado como midseason das séries nos Estados Unidos. É hora novas séries estrearem, substituindo as canceladas, e de um balanço do fall season 2010. Particularmente, achei uma temporada fraca em novidades. Com certeza 2010 não entrará em nenhuma lista das melhores temporadas de estreias na história, mas mesmo assim houve novidades que merecem destaque.

    Sem mais delongas, os indicados são:

    Boardwalk Empire (HBO)

    Produzida pelo mestre Martin Scorcese, que também dirigiu o piloto, “Boardwalk Empire” é uma série que tem que ser assistida. Steve Buscemi lidera um elenco sem grandes destaques, mas que faz um trabalho magistral. Roteiros, direção de arte e produção são primorosos.

    Steve Buscemi está magistral

    The Walking Dead (AMC)

    Talvez a novidade mais aguardada da temporada, a série baseada em uma revista em quadrinhos de sucesso fez jus à toda expectativa dos fãs. É simplesmente sensacional. É mais uma que você tem que arrumar um jeito de encaixar no seu calendário de séries.

    Fim do mundo com muita qualidade

    Blue Bloods (CBS)

    A melhor estreia da TV aberta. Mesmo sendo exibida nas sextas-feiras, um dia muito complicado para qualquer série, “Blue Bloods” vem fazendo bonito na audiência, levando sua emissora a liderar seguidamente a noite. Tom Selleck e Donnie Wahlberg se destacam no elenco com atuações precisas.

    Tom Selleck e Donnie Wahlberg

    Hawaii Five-0 (CBS)

    O remake do seriado clássico também vem atraindo uma boa audiência para a CBS, e a despeito de alguns episódios que eu considerei fracos, também mostrou qualidades para ser destacado. Acho inferior aos outros candidatos, mas no fim das contas, eu só voto uma vez.

    Combatendo o crime no paraíso

    The Event (NBC)

    Muita gente achou que seria uma tentativa de substituir Lost”. Eu sempre encarei “The Event” como uma sucessora de “Flash Forward“, série que teve seus defeitos, mas que terminou muito bem e merecia mais uma chance. A série tem uma narrativa não linear e isso incomoda algumas pessoas, o que não é o meu caso. Gosto de ter o trabalho de montar a série na cabeça. Ainda não vi o midseason finale,  que foi ao ar ontem, mas acredito que “The Event” mereça destaque, apesar da audiência relativamente baixa.

    Mais uma boa série sci-fi sem audiência

    Fiquei muito em dúvida entre “Boardwalk Empire” e “The Walking Dead“. No fim das contas, a série dos zumbis me faz ficar mais ansioso pelo próximo episódio, e leva a meu voto por um nariz.

    E você? Em qual vota?

    Qual a melhor nova série dramática da fall season 2010?

    • "The Walking Dead" (AMC) (44%, 72 Votes)
    • "Boardwalk Empire" (HBO) (17%, 28 Votes)
    • "Hawaii Five-0" (CBS) (17%, 28 Votes)
    • "The Event" (NBC) (11%, 18 Votes)
    • Outra (7%, 12 Votes)
    • "Blue Bloods" (CBS) (3%, 5 Votes)

    Total Voters: 163

    Loading ... Loading ...

    Posts Relacionados:

    Tags: , , , ,
  • « Older Entries

    Newer Entries »