Comic-Con San Diego, Séries de TV e Cinema A cobertura da Comic-Con feita por um brasileiro para brasileiros e muito mais!
  • scissors
    August 11th, 2010Edu TeixeiraComic-Con

    Se você chegou até aqui, é porquê seu interesse em um dia ir à Comic-Con realmente é grande. Nesse artigo, que será o último dessa série, farei um balanço do que deu certo e errado no meu planejamento em 2010 e dentro do possível, tentarei dar uma idéia dos custos envolvidos nessa aventura.

    Acertos e Erros

    Como minha passagem me levava a Los Angeles, eu precisava de outro meio para chegar a San Diego e optei por alugar um carro. Além disso, quase 50 quilômetros separavam o local de minha hospedagem (mais uma vez, muito obrigado Bianca, minha amigona) de Downtown, San Diego. Como já havia mencionado, ficando longe do centro de convenções, um carro alugado é uma saída. Como eu gosto muito de dirigir, odeio depender de outros e as estradas lá são ótimas, minha escolha foi acertada. Dirigir nos EUA é fácil, pois há muita sinalização e os mapas são bastante detalhados, porém, tenho um celular com GPS integrado e sequer precisei de mapa. Se você tiver algo semelhante, ou puder alugar um GPS junto com o carro, terá menos uma preocupação.

    Um outro acerto foi o esquema de estacionamento. Pela primeira vez na história, os organizadores da Con fecharam convênio com estacionamentos da região, e eu mais do que depressa comprei passes para 5 dias no estacionamento do próprio centro de convenções. Foram 13 dólares ao dia muito bem gastos. A melhor localização, total segurança e zero de burocracia (bastava mostrar o passe impresso ao fiscal na guarita e deixá-lo exposto perto do para-brisas após estacionar).

    Tiquete pré-pago de estacionamento para a Comic-Con 2010

    Como eu estava indo para “trabalhar” no evento, era preciso ter meios de me comunicar com o pessoal do Cine Séries, de atualizar meu blog, etc. Acesso à internet era fundamental. A Comic-Con oferece acesso gratuito via wi-fi em todo centro de convenções. É rápido, mas requer que você mantenha a página inicial do site www.comic-con.org aberta em seu navegador. Eu confiava que o serviço seria bom, e mais uma vez acertei. Meu erro foi esperar que minha credencial de “imprensa” me desse direito a usar alguma infra-estrutura especial. Ledo engano. Não havia sequer uma tomada disponível para eu recarregar as baterias do notebook, celular e câmeras. Nisso, eu pisei na bola.  Se você planeja, entre outras coisas, “twittar”, fotografar e filmar, esteja preparado para essa realidade (baterias extras, dispositivos reservas, etc.).

    Um erro inevitável foi ir sozinho. Não havia outra opção em 2010. Ir em grupo possui várias vantagens: dividir custos, filas, trabalho (se for o caso), problemas, frustrações e alegrias, guardar lugar nos salões e mais. Falando especificamente de filas, estar em grupo é uma senhora mão na roda. Enquanto um do grupo segura a bananosa na fila, os outros podem ir ao banheiro, comer, pegar autógrafos e,  em determinados casos, até dar uma espiada em painéis menos cotados. Para coordenar tudo e evitar que alguém fique de fora do salão desejado, ter uma forma de comunicação é fundamental, e rádios do tipo “walkie talkies” são a melhor opção (baratos e sem tarifa de uso).

    Um outro erro meu foi não usar a diferença de fuso para contornar o problema de ter que acordar cedo para ir para as filas. Em julho, o horário do pacífico nos EUA é 4 horas atrasado em relação ao de Brasília. Assim sendo, já que meu corpo estava habituado ao fuso brasileiro, eu poderia ir dormir às 10 da noite (duas da madrugada no Brasil) e acordar tranquilamente às 4 horas da manhã (8 no Brasil), tendo dormido 6 horas e chegando na fila por volta das 5 da matina. Isso me deixaria em ótima posição e com muito menos sono do que eu senti de fato. Como eu tava “trabalhando”, chegar em casa às 9, comer, tomar um banho e dormir às 10 não seria fácil. Eu ainda precisava escrever, editar fotos e vídeos e “subir” tudo. No caso de você ir apenas como fã, como turista, fica muito mais fácil seguir essa dica. É possível até dormir mais.

    Outro erro, também impossível de evitar no meu caso, foi não deixar tempo livre antes e depois da Con. Tendo apenas 10 dias de férias por gozar, duas filhas muito pequenas (Raquel com 1 ano e sete meses e Luiza com apenas 2 meses), e uma esposa se matando para cuidar das duas sozinha, ir e voltar correndo era a única forma. Podendo, planeje no mínimo 15 dias na Califórnia. 20 seria o paraíso. Assim você terá tempo de sobra para passear, fazer compras e ir à Con.

    Para fechar o caixão dos erros e acertos, errei feio ao planejar assistir painéis muito concorridos, que ocorriam em salões diferentes no mesmo dia. Estando só então, isso é completamente inviável. Se você estiver em grupo, e coordenar as filas com seus companheiros de forma muito precisa, pode ser até que seja possível trocar de salão sem perder muito tempo em fila. Mas vai dar trabalho planejar e executar o plano, e provavelmente alguém do grupo acabará sendo “sacrificado”.

    Custos

    Passagem aérea

    No passado, tive um problemão com a American Airlines, mas dessa vez eles não me deixaram na mão. Como falei anteriormente, paguei minhas passagens com milhas do programa “AAdvantage” e por isso,  minha viagem de volta ao Rio de Janeiro foi extremamente cansativa. De qualquer forma, todos os vôos saíram dentro do horário ou com atrasos pequenos, e assim eu não perdi nenhuma conexão. Se você tem pontos em algum programa de cartão de crédito ou de companhia aérea, e pretende usá-los como eu, se prepare para uma maratona aérea. Pagando a passagem ou não, tente ir direto para San Diego de avião. Se não for possível, ou se você não gostar das escalas oferecidas, faça como eu e vá para L.A. (geralmente tem apenas uma escala) e de lá para San Diego (de carro alugado, trem ou ônibus dependendo de sua opção de hospedagem).

    Hoje, no site da AA, encontrei hoje passagens de ida e volta entre Rio de Janeiro e San Diego por cerca de US$ 1400,00. Tenho certeza que é possível conseguir preço melhor via agentes de viagem. De qualquer forma, fica como referência.

    A hospedagem

    Hotéis não faltam no condado de San Diego, mas a localização pode fazer toda a diferença do mundo para você. Um quarto de hotel mais próximo de Downtown pode chegar a custar algo em torno de US$ 300,00 por noite. Em um grupo de 4 pessoas, fica até razoável. Quanto mais longe do centro, mais barato e você poderá encontrar hotéis cobrando cerca de US$ 50 por noite. Estando no centrão, ou próximo dele, em um hotel que esteja conveniado à Con, e com isso, faça parte da rota dos “shuttles” que levam ao evento, o carro alugado pode ser dispensado. Tudo é uma questão de escolha. É possível fazer as reservas diretamente pela internet, mas isso requer o pagamento antecipado de pelo menos parte do custo total.

    O 'shuttle" ou ônibus para os íntimos

    O carro

    Se você optar por alugar um carro, a tarifa de um compacto parecido com um VW Voyage ou Corsa Sedan, sai por algo em torno de US$ 350,00 por semana. Você reserva pela internet, pega e devolve o bólido no aeroporto. A reserva não requer pagamento antecipado. O combustível na Califórnia é barato. Eu rodei quase 1.600 km e gastei somente 100 dólares de combustível.

    Alimentação

    Se você não tem problemas em enfrentar fast-food por um tempo curto e por uma boa causa, o custo com alimentação será baixo. É possível comprar um combinado grande de sanduíche/batata-frita/refrigerante por US$ 6,00. Já comer dentro do Centro de Convenções de San Diego, durante o evento, é bem mais salgado. Um cachorro quente de forno com uma lata de refrigerante custava US$ 8,00 na última Con. Se você quer mesmo economizar, leve biscoitos, sanduíches, barras de cereal e água na mochila.

    Fila para o Salão H no sábado 24/07/2010

    E para terminar, dicas diversas:

    1 ) Planeje tudo. Tente pensar em possíveis problemas e como resolvê-los. Pesquise e leia muito sobre o evento e a cidade (google);

    2 ) Pesquise os preços de pacotes contendo passagens, hotel e carro alugado com um agente de viagens. Pode ser que você consiga bons preços e ainda parcelar o pagamento;

    3 ) Feche sua programação de viagem com muita antecedência. Quanto maior, MELHOR;

    4 ) Viaje leve. Não leve nada na mala que você não tenha certeza que irá usar. Por exemplo, em San Diego faz calor em Julho e quase não chove (20 dias no máximo por ano).  Não leve roupas de frio e de chuva para passear nos EUA;

    5 ) Os atores e atrizes que vão à Comic-Con para autógrafos e fotos não o fazem sem interesse. Uns cobram apenas para autografar fotos oficiais que também estão à venda, mas não cobram para assinar um pedaço de papel que você tenha. Outros cobrarão para autografar qualquer coisa, e também para tirar fotos com você. Tem de tudo. O importante é estar preparado para isso;

    6 ) Planeje as filas. Se você vai dormir por lá, garantindo um ótimo lugar, esteja preparado. Leve saco de dormir, comes e bebes, passa-tempos, etc. Os voluntários e seguranças avisam com certa antecedência que a fila começará a andar, e com a ajuda de alguém que segure seu lugar nela, é perfeitamente possível ir até o carro para guardar seu “acampamento” antes de entrar no centro de convenções. Obviamente isso só vale se você estiver de carro e, principalmente, se ele estiver estacionado no próprio centro;

    7 ) Uma vez dentro do salão, jamais abandone seu lugar de vez. Se você tem esperanças de mudar para um lugar melhor entre um painel e outro, peça para alguém segurar seu lugar por algum tempo (10 minutos por exemplo) e só o libere caso você não volte. Aja da mesma forma caso você vá tentar trocar de salão. Lembre-se que você pode usar o tíquete de retorno (ler parte 2) e voltar ao mesmo lugar, no mesmo salão caso perceba que não conseguirá entrar no outro;

    8 ) E, por último, mas talvez o mais importante de tudo: fale inglês. Se você não fala a língua nativa, ir à Comi-Con perde o sentido. Não há legendas, nem tradução simultânea. Dá tempo de correr atrás e aprender. Além do mais, conhecimento nunca é demais.

    Bem, é isso. Se alguém tiver dúvidas, críticas ou sugestões, por favor, escreva um comentário para que eu possa responder no blog. Assim, outras pessoas podem aproveitar.

    Posts Relacionados:

    Tags: ,
  • scissors
    July 30th, 2010Edu TeixeiraComic-Con

    O painel de “Glee” na Comic-Con 2010 foi um dos mais concorridos do evento, e contou com a presença de Naya Rivera, Heather Morris, Mark Salling, Kevin McHale, Chris Colfer, Ryan Murphy, Brad Falchuk, Jenna Ushkowitz e Amber Riley. Infelizmente Lea Michele e Cory Monteith não compareceram, assim como Matthew Morrison.

    Depois da exibição de um vídeo com os melhores momentos da 1ª temporada, foram reveladas muitas novidades sobre a 2ª temporada. Confiram:

    – A 2ª temporada terá um episódio baseado no filme “The Rocky Horror Picture Show”.

    – O episódio especial de Britney Spears terá 6 músicas, uma delas interpretadas por Brittany. O episódio se chamará “Britney/Brittany” e está previsto para ir ao ar em setembro. Nele, veremos Mr. Schuester reclamando da escolha musical porque o ator reclamou na vida real. Ryan Murphy não confirmou, e não negou, a participação da própria Britney Spears.

    – Brittany crescerá na nova temporada e haverá um episódio centrado nela. Poderemos, inclusive, ver um beijo entre ela e Santana. A questão ainda está sendo discutida pelos roteiristas. Também foi comentado sobre a possibilidade de surgir uma irmã para a personagem, e ela deverá ser bastante inteligente.

    – Entre os convidados especiais dos sonhos estão: Queen Latifah, Hugh Jackman, Haley (vocalista do Paramore), Joan Jett, Justin Timberlake, Julie Andrews, Carol Burnett e Jennifer Lopez. Chris Colfer está obssecado com a ideia de Julia Andrews interpretar sua avó. Ryan Murphy adoraria ver Justin Timberlake na série. Caso ele participasse, ele seria o irmão mais novo de Mr. Schuester, mas infelizmente as informações que ele participará não são verdadeiras.

    – Os atores falaram sobre seus maiores desafios na série. Para Kevin McHale o maior desafio foi o episódio “Safety Dance”, em que ele levantou no meio do shopping e começou a dançar. Ele disse que no início achou estranho seu personagem largar a cadeira, mas que depois relaxou. Para Chris Colfer, foi ter que dançar de salto alto no episódio com músicas de Lady Gaga. E para Ryan Murphy, é ter que planejar os episódios de Dezembro ainda estando em Julho.

    – Ryan confirmou o contrato de 4 anos com a FOX, e disse que fará um filme quando a nova temporada chegar ao fim em maio. Ele também esclareceu que lhe deram a possibilidade de fazer um filme sobre “Glee”, mas que ele recusou a proposta  (para fazer o filme de Glee) por achar que ainda é muito cedo e por não saber o que quer mostrar exatamente no filme.

    – No começo da 2ª temporada de “Glee”, veremos o que os personagens fizeram durante as férias de verão. Eles começarão a temporada sendo considerados ainda mais “losers” do que eram na primeira.

    – Um dos episódios da 2ª temporada será focado em religião. Duas músicas já foram confirmadas: “Losing my Religion” do REM e “Papa can you hear me?“.

    – A nova temporada terá menos números musicais. Em um dos episódios, teremos apenas 4. Na média serão 5, contra 8 da última temporada. Segundo Murphy, a decisão foi tomada para focar mais nos personagens.

    – Os episódios favoritos do elenco na primeira temporada foram: o de Lady Gaga, o de Madonna, Dream On, Vitamin D e Wheels.

    – Amber disse que espera que a amizade entre Mercedes e Quinn continue forte na nova temporada.

    – Jenna Ucho admitiu ser fã de “The Vampire Diaries”: “O trio da série é incrível”, disse ela.

    – Naya torce para que Santana continue sendo uma “bitch”.

    – O episódio de Madonna ultrapassou o orçamento estipulado pela emissora, mas Ryan pediu para que eles fizem isso por ela.

    – Ryan quer ver mais Artie e Tina na 2ª temporada, entretanto, nem tudo será romance. Em um dos episódios, Tina deixa de gostar de Artie e passar a gosta de Mike Chang.

    – Foi confirmado que o episódio pós Super Bowl será um tributo, mas não foi revelado quem será o homenageado da vez.

    Idina Menzel e Kristin Chenoweth voltarão na 2ª temporada.

    – Ryan quer apresentar a mãe de Artie. Conhecer melhor os pais gays de Rachel. Introduzir a irmã mais velha e inteligente de Brittany. E mostrar a casa de Mercedes, além de vê-la indo para igreja com Kurt.

    – As músicas favoritas do elenco até agora são: Poker Face. Like a Virgin. Somebody to Love. Bad Romance. One Less Bell to Answer.

    – Sobre o novo namorado de Kurt, Ryan dise que quer ver Kurt vivenciando coisas que nunca pode. O objetivo final é ter dois reis do baile, ao invés de um rei e rainha. Ele deixou claro que eles não serão discretos.

    Posts Relacionados:

    Tags: , ,
  • scissors
    July 30th, 2010Edu TeixeiraComic-Con

    O painel de “Supernatural” na Comic-Con contou com a presença dos dois protagonistas da série Jensen Ackles e Jared Padalecki.

    No começo do painel foi exibido um preview do quarto episódio da nova temporada, intitulado “Weekend at Booby’s”, dirigido por J. Ackles. O episódio será centrado na tentativa de Bobby em se livrar do acordo feito com Crowley no final da 5ª temporada, onde ele prometeu entregar sua alma.

    Na cena, Bobby chama Aleister Crowley até sua casa. Ele oferece uma bebida a Aleister, mas esse recusa. Bobby diz: “Nós salvamos o mundo do apocalipse juntos e você nâo toma uma bebida comigo?” e Aleister responde que só bebe um malte com 30 anos de envelhecimento. Bobby diz: “Eu só tenho esse whisky com 6 dias de envelhecimento”. Aleister mais uma vez recusa dizendo que essa bebida fará um buraco na alma de Bobby, “na verdade na minha alma”, já que Bobby teve que “emprestá-la” a Aleister. Booby revela que esse é o real motivo pelo convite e que agora que o mundo está salvo, é hora de Aleister devolver sua alma. Aleister cita uma cláusula do contrato que diz que ele deve “FAZER O QUE FOR POSSIVEL PARA TENTAR DEVOLVER A ALMA”. Aleister nessa hora faz uma cara de quem está se esforçando para devolver a alma e nada acontece. Ele dá de ombros e diz: “Viu? Eu tentei”. Bobby então mostra que Aleister está preso em sua casa por uma armadilha escondida, mas Aleister calmamente revela que trouxe um Hellhoud como segurança.

    Com os planos de encerrar a série na quinta-temporada terminados, Erick Kripke disse que vê a 6ª temporada da série como uma continuação. Ele também revelou que vai produzir uma animação japonesa e Ackles e Padalecki farão dublagens para ele. Até o momento não há planos de lançamento no mercado americano.

    Sera Gamble, a nova showrunner da série, falou que a mitologia da série voltará a ser a caça de monstros semanal. Veremos mais monstros e suas histórias na nova temporada. A série também vai voltar para as coisas mais simples, como atirar na cara dos monstros. Oh, yeah!

    A pergunta que não quis calar no painel, foi sobre como Sam saiu do inferno. “É a prática”, brincou Jared Padalecki, para depois completar dizendo que não fazia ideia.

    Misha Collins, que retornará como personagem regular, afirmou que Castiel terá muito trabalho limpando o paraíso/céu na 6ª temporada. Ele comparou a situação lá com a da Rússia pós queda do muro de Berlim, e disse que Castiel tentará formor uma coalisão para pacificar o “paraíso”.

    Nesta temporada, Dean não beijará demônios tão cedo, isto é, não mais fará pactos para salvar a pele de ninguém. Entretanto, os irmãos Winchester terão problemas com garotas em um episódio que contará com a participação de um pessoa da ala feminina da família.

    Jim Beaver acedita que Bobby não conseguirá uma namorada tão cedo: “O inferno congelará antes de Bobby arrumar uma namorada”, disse ele e J. Ackles emendou de primeira “Tudo é possível, afinal isso aqui é Supernatural”.

    Continuando com o clima leve e muito bem humorado do Painel, Beaver disse ter um consolo: “Pelo menos não terei mais que beijar homem na boca!”. Nessa hora Eric Kripke rebateu de imediato “você tem certeza disso?”. Beaver encerrou o assunto  respondendo para gargalhadas de todos: “Tenho, porque vocês precisariam de mim para filmar”.

    Ben Edlund adiantou que está escrevendo um episódio sobre fadas, que contará com “seres pequenos” e que a próxima temporda será “rica em absurdos”.

    Jensen Ackles revelou que diferença entre atuar apenas e dirigir um episódio é ter que prestar atenção a cada fala do script e não só com as de seu personagem e que a parte mais difícil do trabalho foi “ter que dirigir Jim Beaver”. Ele completou dizendo que os roteiristas o ajudaram ao escrever um episódio “light em Dean Winchester”.

    As esperanças de vermos Jeffrey Dean Morgan são nulas. Todos disseram que adorariam tê-lo de volta na série, mas que ele está muito atarefado.

    Como já era esperado, Eric Kripke revelou que fez algumas mudanças no season finale da 5ª temporada ao saber que a série seria renovada, mas que no geral, muita coisa foi mantida. Segundo ele, caso a série terminasse na últim temporada, alguns personagens principais terminariam mortos.

    Posts Relacionados:

    Tags: , ,
  • scissors
    July 30th, 2010Edu TeixeiraComic-Con

    Depois dos painéis de Capitão América e Thor, a grande expectativa no Salão H da Comic-Con 2010, era pelo anúncio do line-up do filme Vingadores (Avengers). Não era certo que haveria tal anúncio, mas era claro que muita gente ali esperava ansiosamente por ele. Quais super-heróis estariam no filme e principalmente, e quais atores se juntariam a Robert Downey Jr. (Homem de Ferro), Chris Evans (Capitão América), Samuel L. Jackson (Nick Fury) Chris Hemsworth (Thor), que mesmo não oficialmente confirmados, eram cartas marcadas para o filme.

    Ao final do painel da Marvel na Comic-Con 2010, Kevin Feige, presidente do estúdio, pediu um momento a todos e as luzes foram apagadas. Então foi exibido um teaser trailer, onde o clássico logo “A” foi surgindo e  Samuel L. Jackson aparece falando sobre um grupo de heróis que está sendo montado.

    Jackson apareceu em seguida, sob uma calorosa salva de palmas. Primeiramente, ele apresentou o seu braço direito, o agente Colston (Clark Gregg). Após isso, foi chamada a Viúva Negra, interpretada por Scarlet Johanssen. Em seguida vieram Chris Hemsworth, Chris Evans e Robert Downey Jr. Vale ressaltar que o intérprete do Homem de Ferro é sempre um show à parte, e levou o público ao delírio. Todos estavam juntos no palco, mas as coisas não pararam por aí.

    os_vingadores-cc2010-painel_marvel1

    Downey foi até o microfone e disse que as pessoas poderiam se esfaquear só após eles terminar de falar, uma brincadeira em relação à briga ocorrida no evento. Após isso, ele perguntou se o público havia assistido “A Origem” (Inception). Ele comentou que pensou que aquele era um dos filmes mais ambiciosos que ele já tinha visto… até ele perceber que a Marvel iria fazer um filme com todos os heróis que ela possui. “‘Os Vingadores’ (The Avengers) é o filme mais ambicioso de todos os tempos”, disse ele.

    Então, Downey chamou ao palco Jeremy Renner (The Hurt Locker/Guerra ao Terror), intérprete do Gavião Arqueiro (Hawkeye) e anunciou oficialmente Mark Ruffalo como Bruce Banner, o Hulk. Aliás, Ruffalo será o terceiro Hulk na telona desde 2003, quando Ang Lee (O Tigre e o Dragão) escalou Eric Bana para o papel. Depois de Bana, Edward Norton viveu o “verdão nervoso” na continuação de 2008.

    Finalmente o diretor Joss Whedon foi anunciado, e chegou dizendo: “Eu tive um sonho em toda a minha vida, e ele não foi tão bom quanto isso”. Em muitos momentos e em vários painéis a plateia se empolgou bastante, mas nada se comparou ao que aconteceu ali. A Marvel realmente acertou em cheio ao reunir o elenco do longa diante de uma platéia ideal.

    Foi um grande orgulho ser o primeiro a divulgar o line-up de Vingadores diretamente da Comic-Con 2010 em San Diego para o Cine Séries e para o Brasil via @Twitter.

    Na foto abaixo, em ordem, estão: Homem de Ferro (Robert Downey Jr), agente Phil Coulson (Clark Gregg), Viúva Negra (Scarlett Johansson), Thor (Chris Hemsworth), Capitão América (Chris Evans), Nick Fury (Samuel L. Jackson), Gavião Arqueiro (Jeremy Renner), Hulk (Mark Ruffalo), Joss Whedon e Kevin Feige.

    os_vingadores-cc2010-painel_marvel

    “Os Vingadores” chega aos cinemas dia 04 de maio de 2012. Para conferir todas as fotos dos painéis da Marvel, clique aqui.

    Posts Relacionados:

    Tags: , , , , , , , , , ,
  • scissors
    July 30th, 2010Edu TeixeiraComic-Con

    O painel de “Paul” na Comic-Con 2010 contou com a presença do diretor Greg Mottola e do incrível elenco formado por Simon Pegg, Nick Frost, Jason Bateman, Bill Hader, Sigourney Weaver, Joe Lo Truglio, Jeffrey Tambor e Seth Rogen.

    Pegg e Frost – que também são roteiristas do projeto – contaram que a ideia de fazer o filme surgiu enquanto filmavam “Todo Mundo Quase Morto” (Shaun of the Dead). Durante a cena em que eles estão jogando discos nos zumbis, o mal tempo fez com que a produtora Nira Park afirmasse que ela gostaria que eles filmassem em um lugar que fosse sempre ensolarado. Então os dois começaram a forma a ideia de um deserno e um alienígena.

    Então, cada um começou a descrever seus respectivos personagens no filme. Bateman interpreta o vilão do filme, que está caçando Paul. Hader e Lo Truglio são os seus ajudantes. Weaver comentou que ela é a “voz” no filme, que acabar se revelando uma figura essencial. As cenas exibidas no painel indicam que ela é a chefe de Bateman. Tambor interpreta Adam Shadowchild, um escritor de ficção científica pomposo. E Roger interpreta Paul. Brincando como sempre, ele disse que estudou um bom tempo com Andy Serkis (o Gollum de “O Senhor dos Anéis) e um pouco com Doug Jones (ator conhecido por papéis de ficção científica).

    paul-cc2010-painel1

    Foi liberado o primeiro trailer do longa, com mais de três minutos de duração. Ao que parece, as pessoas tendem a desmaiar sempre que avistam Paul. O filme nada mais é do que uma comédia embalada com cenas de ação. Vi o trailer e ele é demais!

    Perguntados sobre os seus momentos preferidos na Comic-Con, todos responderam que falar no painel está na lista. Pegg acrescentou o abraço que recebeu de Ken Foree enquanto divulgava “Todo Mundo Quase Morto” no evento. Hader disse que conhecer Neil Gaiman no ano 2000 também está na sua lista. Para Weaver, outro momento foi quando ela foi apresentada ao evento pela primeira vez, com a comédia “Galaxy Quest”. Rogen finalizou as respostas com todo o seu bom humor de sempre: “Há alguns anos, eu fumei um baseado com Ed Brubaker e Method Man. É isso aí, Comic-Con!”

    “Paul” tem estreia marcada para 18 de maio de 2011. Para conferir todas as fotos do painel do filme, clique aqui.

    Posts Relacionados:

    Tags: , ,
  • scissors
    July 30th, 2010Edu TeixeiraComic-Con

    Antes do diretor Joe Johnston e os atores Chris Evans e Hugo Weaving entrarem no palco para o painel de “Capitão América: O Primeiro Vingador” (Captain America: The First Avenger), Kevin Feige, presidente da Marvel Studios, quis mostrar um teaser trailer do filme. No final do teaser, Evans apareceu vestido como Capitão América, como você pôde ver aqui. Feige fez questão de dizer que o traje ainda era um teste.

    Após o teaser, Johnston explicou que eles estão indo para um filme que não parece um filme de guerra feito em 1942. O que eles querem é a chance de contar a história das origens do personagem principal. Ele ainda falou que é fã do trabalho feito por Ed Brubaker com o Capitão América, e que ele estava “pegando emprestado” o visual dos quadrinhos de Brubaker.

    capitao_america-cc2010-painel1

    Sobre o desafio que é fazer esse filme, o diretor notou que houve pressão e ele começou filmar há apenas cinco dias. Passando para o protagonista, Evans disse que o desafio é o mesmo que em qualquer outro filme: fazer com que o personagem ganhe vida. Ele afirmou que está ciente que algumas pessoas ainda não o acham o ator certo para o papel, mas comentou que se o filme for bom, ninguém terá problemas com ele. O ator se mostrou bastante feliz por ter sido escolhido para o papel, e ainda mais feliz por causa de “Os Vingadores” (The Avengers).

    Weaving falou um pouco sobre o fato de que interpreta o vilão do longa, Red Skull. Ele contou que, para trabalhar o seu sotaque alemão, ouviu cuidadosamente Werner Herzog e outros artistas alemães. Ele também está trabalhando com a máscara do Red Skull, que é composta por uma série de partes menores aplicadas sobre seu rosto.

    Um novo clipe foi exibido. Weaving aparece como Johann Schmidt, que eventualmente se tornará o Red Skull. Ele está liderando uma equipe de soldados nazistas para dentro de uma catacumbas,  onde abrem um sarcófago que revela um esqueleto segurando um objeto que aparenta ser o Cubo Cósmico. “A jóia da sala do tesouro de Odin”, diz Schmidt. Ele caminha pela catacumba e olha para uma figura gigante de uma árvore ao longo da parede. O personagem consegue encontrar um compartimento secreto que revela uma caixa. Ele pega a caixa, a abre, e uma luz azul é refletida em sua face. Fim da cena.

    capitao_america-cc2010-painel2

    “Capitão América: O Primeiro Vingador” tem estreia marcada para 22 de julho de 2011. Para conferir todas as fotos do painel do filme, clique aqui.

    Posts Relacionados:

    Tags: , ,
  • scissors
    July 30th, 2010Edu TeixeiraComic-Con

    O painel de “Thor” na Comic-Con 2010 contou com a presença do diretor Kenneth Branagh e dos atores Chris Hemsworth, Natalie Portman, Kat Dennings, Tom Hiddleston e Clark Gregg.

    Branagh comentou que essa foi o primeiro evento ao qual ele compareceu, e que não lia muitas histórias em quadrinhos durante o seu crescimento. De qualquer forma, ele deixou claro que Thor era o seu preferido entre todos.

    Hemsworth disse que descobrir como usar o Mjolnir foi um desafio, já que o martelo é praticamente um personagem no filme. O ator falou de como aprender a segurá-lo, e como ele iria usá-lo para acertar as pessoas.

    Portman falou um pouco sobre Jane Foster, sua personagem, e que nunca foi muito bem definida nos quadrinhos. “Eu estava realmente animada para interpretar uma personagem tão amada”, disse ela. “É excitante interpretar uma cientista nas telas”, completou.

    Sobre seu personagem (Loki), Hiddleston comentou que ele é complexo e está psicologicamente ferido.

    thor-cc2010-painel1

    Gregg disse que quando fez a cena em “Homem de Ferro 2” onde ele encontra o Mjolnir no deserto, não possuía a mínima ideia do que estava acontecendo e perguntou a Kevin Feige, presidente da Marvel Studios, o que significava aquilo. Feige ficou chocado com a pergunta: “Ninguém te contou? É para o filme ‘Thor’!”

    Então foram exibidas algumas cenas em 3D. Odin aparece gritando com Thor, que perde seus poderes e é banido para a Terra. Odin deseja que ele mereça seu nome, poderes e título. Thor é visto sendo interrogado pelo agente da S.H.I.E.L.D. vivido por Gregg, perguntando quem é ele, de onde ele vem, e onde ele aprendeu suas técnicas de luta. Em algum ponto, Thor conta à personagem de Portman, que o encontrou no deserto após ter sido banido, sobre seu passado e poderes: “Seus ancestrais chamavam de magia. Você chama de ciência. Na minha terra, elas são a mesma coisa.”

    thor-cc2010-painel2

    “Thor” tem estreia marcada para 06 de maio de 2011. Para conferir todas as fotos do painel do filme, clique aqui.

    Posts Relacionados:

    Tags: , ,
  • scissors
    July 26th, 2010Edu TeixeiraComic-Con

    Hoje, último dia da Comic-Con 2010, foi o dia do painel de “Smallville”, e muitas novidades foram reveladas.

    Estiveram presentes no evento Cassidy Freeman, Justin Hartley, Erica Durance, Tom Welling, os produtores Kelly Souders e Brian Peterson, e, surpreendendo a todos, John Schneider. O painel foi moderado por Geoff Johns, famoso escritor norte-americano de histórias em quadrinhos.

    O painel começou com uma retrospectiva das 9 temporadas da série, seguido por um vídeo da 10ª temporada, onde Clark apareceu, finalmente com sua roupa vermelha, amarela e azul! Entre outras coisas, o vídeo também mostrou um beijo entre Chloe e Oliver.

    Vídeo


    Quais as novidades que eles trouxeram?

    – John Schneider retornará como Jonathan Kent, o pai de Clark. Entretanto, não foi esclarecido se ele estará vivo, ou se estará apenas na cabeça de Clark. Segundo o ator, os rumores de sua morte foram muito exagerados.

    – Erica Durance, a Lois, estará nos 22 episódios da séries. Justin Hartley, o Oliver, aparecerá em 17 episódios e será diretor de um.

    – Geoff Johns anunciou que trará Gladiador Dourado, Besouro Azul (Jaime Reyes) e Skeetes, dos quadrinhos para a série. Outros personagens que devem aparecer nessa temporada são do: Esquadrão Suicida e The New Gods.

    – Darkseid também estará na 10ª temporada, e voltará de uma maneira diferente da que estamos acostumados a ver.

    – Lionel Luthor, John Glover, também retorna a série.

    – O Arqueiro Verde vai ganhar um novo e fantástico uniforme.

    – O projeto “Cadmus” vai estar de volta. Tess Mercer acordará no laboratório Cadmus.

    – Tom Welling vai dirigir novamente um episódio nessa temporada.

    – Lois parece saber o segredo de Clark.

    – Kelly Shoulders confirmou que o uniforme de Clark será o mesmo de “Superman: O Retorno”.

    smallville_cc_05

    – Geoff foi indagado sobre a maior curiosidade de todos: Clark finalmente vai voar? Ele respondeu que todos nós sabemos o que acontece nos quadrinhos, e que por tanto, nós já temos a resposta mais provável.

    – Geoff também respondeu sobre uma possível série spin-off sobre a Liga da Justiça: nunca diga nunca, declarou ele.

    – Existe uma lista de coisas que os produtores querem que apareçam na série antes dela terminar em maio de 2011. Há três anos eles vem eliminando os itens dela. E no episódio número 200, todas essas resoluções estarão completas, com cenas do passado, presente e futuro!

    – No final da série, serão exibidos diversos clipes especiais.

    – Quando questionado sobre a possibilidade de viver o Superman no cinema, Tom Welling desconversou e não respondeu. Ou seja, aí tem algo!

    – Sobre um possível retorno de Michael Rosenbaum return como Lex Luthor? Eles declararam que as portas estão abertas e que eles adorariam tê-lo de volta.

    – Os atores também escolheram seus super-heróis favoritos: Justin ficou com o Aquaman e com o Arqueiro Verde. Erica disse preferir a Mulher Maravilha. Já Tom, John Schneider e Kelly Shoulders escolheram o Superman, como já era de se imaginar.

    – Tom Welling disse que adoraria ver Bruce Wayner em uma versão jovem em “Smallville”.

    – Os astros também foram questionados sobre que personagens eles gostariam de ser se pudessem escolher. Justin disse que gostria de ser Lois. Tom disse que não mudaria seu personagem.

    – Questionado sobre o que fará quando “Smallville” terminar, Tom Welling foi direto: “Hellscats”. Já Erica Durance brincou dizendo que interpretaria a Mulher Maravilha.

    Posts Relacionados:

    Tags: , ,
  • scissors
    July 25th, 2010Edu TeixeiraComic-Con

    O painel de “Let Me In”, adaptação do filme de terror sueco “Deixa Ela Entrar”, começou com a exibição de um novo trailer. Ele não foi e diferente do trailer já liberado, mas conta com algumas cenas novas.

    Após isso, o diretor Matt Reeves entrou no palco e explicou um pouco sobre a seleção dos atores. Ele escolheu o menino australiano Kodi Smit-McPhee para o papel de Owen por admirá-lo desde “Stranded” (2005). Já a atriz Chloe Moretz foi capaz de interpretar Abby, mas não de interpretá-la como uma vampira. O filme não romantiza o fato dela ser uma vampira, na verdade, mostra o isolamento e o terror de ser essa criatura. O diretor conheceu Richard Jenkins, que interpreta o “pai” de Abby, em uma festa durante o processo de seleção do ator para o papel. Após a festa, a esposa de Reeves fez a seguinte pergunta a ele: “Você olhou nos olhos dele?”, e a partir desse momento, ele percebeu que devia escalar Jenkins.

    Um clipe então foi exibido. Nele, Owen é provocado no colégio, seus pais estão se divorciando, e a Abby é a primeira pessoa que ele conhece que parece entendê-lo. Os dois saem juntos e jogam Pac-Man (o filme se passa no Novo México, na década de 80), e ele oferece um doce para a menina. Ela aceita e tentar comer, mas acaba correndo e vomitando tudo. Após Abby pedir desculpas humildemente, Owen a abraça. A jovem então pergunta se ele ainda gostaria dela se ela não fosse uma menina. Ele responde que sim. É uma cena sensível e carinhosa.

    let_me_in-cc2010-painel1

    Reeves comentou o fato de querer ver a cena em uma “comunidade americana pura”, e que estivesse nevando como no original, pois ele gosta da imagem de sangue na neve. O diretor deixou a impressão que a imagem que quer passar é de que ele está fazendo o seu próprio trabalho, obviamente sem desrespeitar o filme de Alfredson. Ele disse que o filme original sempre existirá, que pensa nele como uma obra-prima. Ele espera que essa nova versão seja tão efetiz na sua própria maneira.

    Na última cena mostrada no painel, o “pai” de Abby está escondido atrás dos bancos da frente de um carro dirigido por um jovem, já preparado para matá-lo na primeira oportunidade possível quando um colega do jovem aparece de repente pedindo carona. Ao entrar no carro ele ainda joga uma mochila pesada na parte de trás do carro e ela acaba em cima do personagem de R. Jenkins. Para piorar a situação, eles param em um posto de gasolina e o motorista entra na loja de conveniência. O carona então tenta pegar algo em sua mochila e vê os pés do “pai” por trás do banco do motorista: “Que porra é essa…”, diz já desesperado. O “pai” não tem outra alernativa a não ser atacar o carona que resiste ao ser imobilizado por trás com uma gravata. Os dois lutam dentro do carro e a ação segue para dentro da loja de conveniência onde o dono do carro acaba de pagar e começa a sair, mas antes que possa ver o desespero de seu amigo, encontra dois outros amigos e começa a conversar. O “pai” consegue apagar o carona, pula para o banco do motorista, liga o carro e em marcha ré começa a sair do posto. O dono do carro percebe o furto e com seus dois amigos corre para tentar impedi-lo. Jenkins sai do posto e vai para a rua, ainda em ré, e é atingido por outros veículos até despencar capotando por uma ribanceira. Essa cena é toda filmada de dentro do carro, da perspectiva de um passageiro no banco traseiro. Após capotar várias vezes, o carro finalmente para e o “pai” bastante machucado, prevendo que será capturado derrama um liquido no rosto. Éter? Ácido? Nós resta esperar para descobrir.

    Para conferir mais fotos do painel do longa, clique aqui. “Let Me In” chega aos cinemas dia 1º de outubro de 2010.

    Não deixe de ver a cobertura completa dos painéis da Comic-Con 2010, clicando aqui.

    Na última cena mostrada no painel, o “pai” de Abby está escondido atrás dos bancos da frente de um carro dirigido por um jovem, já preparado para matá-lo na primeira oportunidade possível quando um colega do jovem aparece de repente pedindo carona. Ao entrar no carro ele ainda joga uma mochila pesada na parte de trás do carro e ela acaba em cima do personagem de R. Jenkins. Para piorar a situação, eles param em um posto de gasolina e o motorista entra na loja de conveniência. O carona então tenta pegar algo em sua mochila e vê os pés do “pai” por trás do banco do motorista: “Que porra é essa…”, diz já desesperado. O “pai” não tem outra alernativa a não ser atacar o carona que resiste ao ser imobilizado por trás com uma gravata. Os dois lutam dentro do carro e a ação segue para dentro da loja de conveniência onde o dono do carro acaba de pagar e começa a sair, mas antes que possa ver o desespero de seu amigo, encontra dois outros amigos e começa a conversar. O “pai” consegue apagar o carona, pula para o banco do motorista, liga o carro e em marcha ré começa a sair do posto. O dono do carro percebe o furto e com seus dois amigos corre para tentar impedi-lo. Jenkins sai do posto e vai para a rua, ainda em ré, e é atingido por outros veículos até despencar capotando por uma ribanceira. Essa cena é toda filmada de dentro do carro, da perspectiva de um passageiro no banco traseiro. Após capotar várias vezes, o carro finalmente para e o “pai” bastante machucado, prevendo que será capturado derrama um liquido no rosto. Éter? Ácido? Nós resta esperar para descobrir.


    Para conferir mais fotos do painel do longa, clique aqui. “Let Me In” chega aos cinemas dia 1º de outubro de 2010.


    Não deixe de ver a cobertura completa dos painéis da Comic-Con 2010, clicando aqui.

    Posts Relacionados:

    Tags: , ,
  • scissors
    July 25th, 2010Edu TeixeiraComic-Con

    O painel de “Resident Evil: Afterlife” na Comic-Con 2010 contou com a presença do produtor/diretor/roteirista Paul W.S. Anderson, da protagonista Milla Jovovich (que também é esposa de Anderson), da atriz Ali Larter e do ator Wentworth Miller. Como de costume, o painel começou com a exibição do trailer do longa em 3D.

    Anderson comentou que James Cameron mostrou a ele uma boa parte de “Avatar” no ano passado, e isso o inspirou a levar “Resident Evil” à terceira dimensão. Ele usou as mesmas câmeras.

    Eles falaram de como foi especial de que todos os filmes tiveram os mesmos membros do elenco e da equipe do começo ao fim, o que criou um ótimo ambiente de trabalho. Larter se referiu a Anderson e Jovovich como os pais da franquia.

    resident_evil-cc2010-painel1

    Miller disse que foi intimidante se juntar a um grupo tão unido, mas que ficou animado ao interpretar um personagem icônico como Chris Redfield.

    Anderson falou que quando eles decidiram filmar em 3D, tudo mudou. Ele escreveu tudo de forma diferente, compôs as filmagens de novas maneiras e muito mais. Ele sentiu que 3D é o futuro, a “marca de referência” e que se tornará o novo padrão. Então foi exibida uma cena com o Executador de Resident Evil 5. Muitos dos efeitos pareciam inacabados, mas o personagem estava incrível.

    Voltando às perguntas, Jovovich admitiu que destruiu uma câmera de US$100 mil quando Anderson pediu para ela balançar uma arma na direção da lente. Também foi confirmada a presença de uma exército de Alices no filme.

    Após ter se afastado dos jogos no último filme, Anderson incorporou diversos elementos de Resident Evil 5 nesse filme, porque ele havia acabado de jogá-lo. Os cães mutantes estão de volta, algumas das coreografias de luta e alguns outros personagens ganharam uma passagem para o filme.

    resident_evil-cc2010-painel2

    Nada foi falado sobre a possibilidade da volta de Jill Valentine, porém Leon Kennedy pode ser um forte candidato a estrelar o quinto filme, se houver um. Ainda não existem planos para que ele seja feito.

    Para conferir todas as fotos do painel, clique aqui. “Resident Evil: Afterlife” chega aos cinemas brasileiros dia 17 de setembro de 2010.

    Não deixe de ver a cobertura completa dos painéis da Comic-Con 2010, clicando aqui.

    Posts Relacionados:

    Tags: , ,
  • « Older Entries