Comic-Con San Diego, Séries de TV e Cinema A cobertura da Comic-Con feita por um brasileiro para brasileiros e muito mais!
  • scissors
    September 19th, 2011Edu TeixeiraSéries

    A Fall Season 2011 começou oficialmente na semana passada, mas é nessa que ela realmente ganha tração. Hoje estreia “2 Broke Girls”, uma nova sitcom da CBS criada por Michael Patrick King (“Sex And The City”) e Whitney Cummings (O Melhor Amigo da Noiva).

    Em sua estreia, a série novata não poderia ter melhor companhia. Ela vai ao ar ás 21:30, logo após “Two And a Half Men”, uma das novas temporadas mais aguardadas esse ano (por razões óbvias). A partir da próxima segunda-feira, ela será exibida em seu horário definitivo, às 20:30, logo em seguida da também popular “How I Met Your Mother”.

    Ambientada na cidade de Nova York, “2 Broke Girls” conta a vida de duas garçonetes na casa dos vinte e poucos anos de idade. Kate Dennings (“ER”) é Max, uma jovem com família da classe operária e que nunca teve muitos recursos. Beth Behrs (“Up Close With Carrie Keagan”) é Caroline, que embora tenha nascido rica, agora vive quebrada e jogada à própria sorte.  As duas se tornam amigas e passam a dividir o sonho de abrir uma loja de cupcakes. Para isso precisam juntar 250.000 dólares, o que a princípio parece impossível, pois as duas mal conseguem sobreviver com o que ganham.

    Mathew Moy (Sexo Sem Compromisso), Jonathan Kite (Os Feiticeiros de Waverly Place) e Garrett Morris (“The Jamie Foxx Show”) também estão no elenco.

    Posts Relacionados:

    Tags: , ,
  • scissors
    May 18th, 2011Edu TeixeiraSéries

    A CBS não acompanhou suas co-irmãs no banho de sangue da última sexta-feira 13, deixando para anunciar nessa semana as renovações, cancelamentos e novos projetos escolhidos para virarem séries. Não foi surpresa alguma as renovações de “CSI”, “CSI:Miami”, “The Good Wife”, “Blue Bloods”, “Hawaii Five-0”, “Criminal Minds”, “Mike & Molly”, “The Mentalist” e “NCIS: Los Angeles”. Já a renovação de “CSI:NY” andou em risco, mas acabou acontecendo. Nem o vencedor do Oscar de melhor ator Forest Whitaker conseguiu salvar “Criminal Minds: Suspect Behavoir” que foi cancelada após estrear na última midseason. Também não foram renovadas “Mad Love” e “Shit My Dad Says”. Apesar de idolatrar William Shatner, nenhuma das duas comédias canceladas fará falta. Tampouco o drama.

    Prometi começar a falar sobre os projetos aprovados pelas grandes redes no último fim de semana, mas não foi possível. Então, antes tarde do que nunca, começo com as novas séries escolhidas pela CBS para a próxima temporada.

    Adam Goldberg

    “The 2-2” (ex-“Rookies”) é um projeto produzido por Robert De Niro que terá no elenco, entre outros, os relativamente desconhecidos Terry Kinney (“Oz”) Judy Marte e Tom Reed, além dos jovens veteranos Stark Sands (“Generation Kill”) e Leelee Sobieski (Impacto Profundo) e Adam Goldberg (“The $treet”). Criado por Richard Price (O Preço de Um Resgate), o projeto é centrado em seis policiais recém-formados na Academia que lutam para se adaptar rapidamente à rotina de uma delegacia de Manhatan, Nova Iorque. Estreia na midseason, mas ainda não tem slot (die e horário) definido.

    Patrick Wilson

    A Gifted Man” é um drama médico centrado na vida de um cirurgião supercompetitivo que aprende o real sentido da vida com sua esposa. Quer dizer, de sua recém-falecida esposa. Patrick Wilson (“Angles in America”) faz o médico, Jennifer Ehle (“Pride and Prejudice”) será sua esposa e Julie Benz (“No Ordinary Family”) fará a irmã do médico, uma atarefada mão solteira com um enorme coração. A série terá Neal Baer (“Law & Order: SVU”) como showrunner.

     

    David Hornsby

    “How to Be a Gentleman” é uma série criada por David Hornsby (“It´s Always Sunny in Phladelphia”), com base em seu próprio livro. A história apresenta a relação de amizade entre Allan, interpretado pelo autor, e seus velhos amigos de colégio. Foley interpretará o editor de uma revista para a qual Allen trabalha. Também no elenco estão Mary Lynn Rajskub (“24”), Kevin Dillon (“Entourage”), Rhys Darby (“The Flight of The Conchords”), entre outros.

    James Caviezel

    Micheal Emerson de “Lost” e James Caviezel (“The Prisioner”) lideram o elenco de “Persons of  Interest”, a nova série criada por J.J. Abrams (“Fringe”). Escrita por Jonathan Nolan (“Batman – O Cavaleiro das Trevas), esse drama criminal conta a história de um ex-agente da CIA, considerado morto (Caviezel) que é financiado por misterioso bilionário (Emerson) em sua tentativa de prevenir crimes violentos em NY.

    Whitney Cummigs

    “Two Broke Girls” é a nova comédia da dupla Michael Patrick King (“Sex and The City”) e Whitney Cummigs (O Melhor Amigo da Noiva). Kat Dennings (“ER”) será Max e Beth Behrs (“Up Close With Carrie Keagan”) será Caroline, duas jovens que dividem um apartamento em Nova Iorque, tentando sobreviver com poucos recursos. Matthew Moy (Sexo Sem Compromisso), Garrett Morris (“Saturday Night Live”) e Jonathan Kite também estão no elenco.

    Poppy Montgomery

    Unforgettable”, que já teve nome de “The Rememberer” é um drama criado por John Bellucci (“Nixon”) e Ed Redlich (“Without a Trace”), estrelado por Poppy Montgomery (“Without a Trace”) e Dylan Walsh (“Nip/Tuck”). Carrie Wells (Montgomery) é uma ex-detetive com a habilidade (talvez indesejada) de se lembrar de absolutamente tudo. Walsh será o líder de uma unidade de detetives de Nova York e ex-namorado de Carrie. Kevin Rankin (“Justified”) também está no elenco.

     

    Confira abaixo como ficará a nova grade da CBS quando o outono (norte-americano) chegar.

    SEGUNDA-FEIRA
    8 p.m. How I Met Your Mother”
    8:30 p.m. “2 Broke Girls” (nova série)
    9 p.m. “Two and a Half Men”
    9:30 p.m. “Mike & Molly”
    10 p.m. “Hawaii Five-0”

    TERÇA-FEIRA
    8 p.m. NCIS”
    9 p.m. NCIS: LA”
    10 p.m. “Unforgettable” (nova série)

    QUARTA-FEIRA
    8 p.m. “Survivor”
    9 p.m. Criminal Minds”
    10 p.m. “CSI” (mudança de slot)

    QUINTA-FEIRA
    8 p.m. “The Big Bang Theory”
    8:30 p.m.How to Be a Gentleman” (nova série)
    9 p.m. “Person of Interest” (nova série)
    10 p.m. The Mentalist”

    SEXTA-FEIRA
    8 p.m. A Gifted Man” (nova série)
    9 p.m. “CSI: NY”
    10 p.m. “Blue Bloods”

    SÁBADO
    8 p.m. “Rules of Engagement” (novo slot)
    8:30 p.m. Reprises de comédias
    9 p.m. Reprises de drama
    10 p.m. “48 Hours Mystery”

    DOMINGO
    7 p.m. “60 Minutes”
    8 p.m. “The Amazing Race”
    9 p.m. “The Good Wife” (mudança de slot)
    10 p.m. “CSI: Miami”

    Amanhã é a vez dos projetos escolhidos pela ABC.

    Posts Relacionados:

    Tags:
  • scissors
    April 3rd, 2011Edu TeixeiraSéries

    Quando a emissora líder de audiência da TV aberta americana lança uma nova série – quase no fim de temporada – temos que prestar atenção. A CBS tem em sua grade sucessos como “NCIS”, “Criminal Minds”, “The Good Wife”, “The Big Bang Theory”, “Two and a Half Men”, “How I Met Your Mother”, “The Mentalist”, a franquia “CSI”, e muitas outras. São tantos casos de sucesso, que fica difícil para a emissora arrumar espaço na programação de seriados para novos projetos.

    Uma das poucas séries que não vem rendendo boas audiências, mesmo tendo tido um bom começo, é “The Defenders”. Os advogados de Las Vegas foram até transferidos para a pouco querida noite das sextas-feiras, tamanho foi o desapontamento com seu desempenho. O episódio final de sua temporada de estreia, exibido dia 25/03, teve clima de despedida final. Não é sem motivos que a série está sendo dada como virtualmente cancelada pelos especialistas. Foi justamente no slot da série agonizante que estreou “CHAOS”, descrita inicialmente como um drama de espionagem.

    Por tudo que li sobre “CHAOS”, esperava um drama sério sobre a CIA, a agência de espionagem e contra-espionagem americana. Após ver o piloto que estreou na última sexta-feira, duas imprecisões ficaram claras.

    Em primeiro lugar, a Clandestine Administration and Oversight Services (CHAOS) ou Administração Clandestina e Serviços de Supervisão não é uma unidade clandestina da CIA que usa qualquer meio necessário para concluir suas missões, mesmo que esses métodos sejam, digamos, pouco ortodoxos. O CHAOS do título é um departamento inteiro da CIA, liderado pelo Diretor H.J. Higgins (Kurtwood Smith), um burocrata linha dura para o qual ter sucesso é não falhar. Em segundo lugar, classificar a série como um drama é no mínimo um exagero. A série novata é no máximo uma “dramédia”.

    No piloto, o calouro de origem porto-riquenha Rick Martinez (Freddy Rodriguez) é informado por Higgins que a divisão para qual foi designado estava extinta.  Martinez simplesmente não pode acreditar que uma vida inteira dedicada ao sonho de se tornar um espião da CIA tinha sido jogada no lixo em apenas um dia. Higgins fica genuinamente tocado pelo desabafo de um novo agente e oferece a ele uma alternativa para continuar na agência: se infiltrar em uma equipe abominada por Higgins e fornecer munição ao diretor para destruí-la.

    A equipe em questão é a do Office of Disruptive Services (ODS) ou Escritório de Serviços Desruptores, um estranho grupo liderado pelo cerebral e paranóico Michael Dorset (Eric Close). Billy Collins (James Murray), um ex-agente secreto britânico e a “arma humana” Casey Malick (Tim Blake Nelson) completam o time. O ODS tem pouco ou nenhum respeito pela burocracia e política que envolvem a agência e tomam atalhos sempre que julgam necessário. Seja roubando a cadeira e o computador de um colega hospitalizado, ou até mesmo executando uma missão de resgate no oriente médio,  sem a autorização de seus superiores.

    A série atraiu uma audiência fraca para os altos padrões da CBS, mesmo para as noites de sexta-feira: 6,4 milhões de espectadores, sendo 1,1 na faixa etária de 18-49, a mais desejada. A média da emissora na noite foi de 9,4 milhões, o que dá uma boa noção do desempenho de “CHAOS”.

    Gostei do clima da série e da química da equipe ODS. O veterano Eric Close (“Dark Skies”) está perfeito no papel e Freddy Rodriguez (“Six Feet Under”) faz um decente trabalho como o calouro desesperado por sucesso, aceitação e aprovação de seus pares. O resto do elenco também não decepciona. Infelizmente para a série, a história mostra que estreais com pouca audiência significam vida curta.Ainda mais na CBS dos dias de hoje.

    Posts Relacionados:

    Tags: , ,
  • scissors
    April 1st, 2011Edu TeixeiraSéries

    Na nova série da CBS, que estreia hoje nos Estados Unidos, um time de espiões da CIA forma a Clandestine Administration and Oversight Services (CHAOS) ou Administração Clandestina e Serviços de Supervisão, uma unidade especializada em missões de inteligência que requeiram manipulação, estelionato e outros recursos ilegais. Assim, eles se desvencilham da burocracia, da incompetência e do jogo político que tanto os atrapalha.

    Em “Chaos”, Rick Martinez (Freddy Rodriguez) fica arrasado quando seu sonho de ser um espião é dizimado no seu primeiro dia de trabalho; no entanto, o Diretor da CIA H.J. Higgins (Kurtwood Smith), o cerebral e calculista chefe da CHAOS, reconhece o talento único de Martinez e o recruta para a CHAOS, infiltrando-o dentro do departamento liderado por Michael Dorset (Eric Close), um psicólogo convertido em agente da CIA especialista em tática e motivado pela mais pura paranóia.

    O resto do time é formado pelo escocês de nascimento Billy Collins (James Murray), um ex-agente secreto britânico, que após ser expulso da agência, ainda acabou deportado do Reino Unido; Casey Malick (Tim Blake Nelson), um veterano agente com 12 anos de serviços prestados com habilidade incomum para lutas, o que o transforma em uma verdadeira arma humana; Adele Ferrer (Christina Cole), uma nova diretora da agência que aparentemente tem afeição por Martinez e a oficial Fay Carson (Carmen Ejogo), uma charmosa agente especialista em decifrar pessoas.

    Quando a CBS deu luz verde a esse projeto em 2010, a organização era chamada de Office of Disruptive Services (ODS) ou Escritório de Serviços Desruptores.

    Assista ao trailer

    Fica Técnica

    Elenco:

    Freddy Rodriguez (“Ugly Betty”)

    Kurtwood Smith (“That 70s Show”)

    Eric Close (“Without a Trace”)

    James Murray (“Primeval”)

    Tim Blake Nelson (Minority Report – A Nova Lei)

    Christina Cole (“Lost in Austen”)

    Carmen Ejogo (“Kidnapped”)

    Direção:

    Brett Ratner (X-Men III – O Confronto Final) e Ron Underwood (“Hellcats”)

    Produção:

    Brett Ratner (“Prison Break”), Martha Haight (No Limite da Maldade), Bruce Zimmerman (“Army Wives”) e Harry V. Bring (“Army Wives”)

    Posts Relacionados:

    Tags: ,
  • scissors
    March 22nd, 2011Edu TeixeiraSéries

    Em posts anteriores comentei sobre projetos da ABC e da NBC. Bem, a lista de projetos dessas duas emissaoras cresceu e como eu tinha também novidades sobre os projetos da CBS, FOX e CW para acrescentar, resolvi fazer um pacotão e colocar tudo no mesmo balaio. Esse post será atualizado regularmente conforme as novidades forem aparecendo.


    The Doctor” será um drama médico com Christine Lahti (“Chicago Hope”) como protagonista. O projeto terá produção Rita Mimoun (“Gilmore Girls”) e direção de David Nutter (“The Mentalist”). Eva Amurri (Californication) também está no elenco.

    Micheal Emerson de “Lost” se junta ao elenco de “Persons of  Interest”, o novo projeto de J.J. Abrams (“Fringe”). Emerson fará o bilionário que financia o protagonista em sua tentativa de prevenir crimes em NY.

    Micheal Emerson estava escalado juntamente com – seu ex-colega de “Lost” – Terry O’Quinn para outro projeto Abrams, “Odd Jobs”, encomendado pela NBC, mas este foi adiado indefinidamente. Direção do piloto é de David Semel (“Heroes”).

    Minnie Driver (“The Riches”) lidera o elenco do projeto “Hail Mary”. Ela será uma mamãe do subúrbio que vira detetive particular e se associa a um malandro de rua para solucionar crimes misteriosos. Ilene Chaiken (“The L Word”) será a produtora executiva e a showrunner caso o piloto seja aprovado.

    “Rookies” é um projeto da produtora de Robert De Niro e terá no elenco, entre outros, os relativamente desconhecidos Judy Marte e Tom Reed, além dos jovens veteranos Stark Sands (“Generation Kill”) e Leelee Sobieski (Impacto Profundo). Criado por Richard Price (O Preço de Um Resgate), o projeto é centrado em seis policiais recém formados na Academia que lutam para se adaptar rapidamente à rotina de uma delegacia de Nova Iorque.

    “Two Broke Girls” é um projeto de comédia da dupla Michael Patrick King (“Sex and The City”) e Whitney Cummigs (O Melhor Amigo da Noiva). Kat Dennings (Plantão Médico) será Max e Beth Behrs (“Up Close With Carrie Keagan”) será Caroline, duas garotas que dividem um apartamento em Nova Iorque, tentando sobreviver com poucos recursos. Matthew Moy (Sexo Sem Compromisso”) também está no elenco.

    How to Be a Gentleman é o projeto que pode trazer o ator Dave Foley (“Newsradio” e “Kids on the Hall”) de volta à TV. Criado por David Hornsby (“It´s Always Sunny in Phladelphia”) com base em seu livro, a história apresenta a relação de amizade entre Allan, interpretado pelo autor, e seus velhos amigos de colégio. Foley interpretará o editor de uma revista para a qual Allen trabalha.

    “Home Game” é uma sitcom inspirada na vida do ex-jogador de futebol Mark Schlereth, a trama acompanha a vida de Mark (Rob Riggle) que, após se aposentar como jogador, precisa se ajustar à rotina de sua casa, onde vivem sua esposa Lisa (Constance Zimmer) e suas filhas, uma delas interpretada por Jenn Proske.

    The Assistants” – Os assistentes do título irão responder a ninguém menos do que a Heather Locklear (“Spin City”). O projeto é criação de Tucker Crowley (“Everybody Loves Raymond”) e terá – além do próprio- Eric e Kim Tannenbaum (“Two and a Half Men”) como produtores. A série é centrada em 4 assistentes de um casal de atores. Locklear será a insegura atriz Ali. Seu marido na série ainda não tem ator definido. Os assistentes serão interpretados por Emily Rutherford (“The New Adventures of Old Christine”), David Henrie (“How I Met Your Mother”), T.J. Miller (“Carpoolers) e Lamorne Morris (“Brain Rush”).

    The Rememberer” é um projeto de John Bellucci (“Nixon”) e Ed Redlich (“Without a Trace”) estrelado por Poppy Montgomery (“Without a Trace”) e Dylan Walsh (“Nip/Tuck”). Carrie Wells (Montgomery) é uma ex-detetive com a habilidade (talvez indesejada) de se lembrar de absolutamente tudo. Walsh será o líder de uma unidade de detetives de Nova York e ex-namorado de Carrie.


    O projeto “Odd Jobs”, com Micheal Emerson (“Lost) e Terry O’Quinn (“Lost”), produção de J.J. Abrams (“Fringe”) e Josh Appelbaum (“Alias”), e roteiro de Andre Nemec (“Early Edition”), está na geladeira, mas pode ressuscitar a qualquer momento.

    Wonder Woman”, projeto de David E. Kelley já tem sua protagonista. Adrianne Palicki (“Friday Night Lights”) foi a escolhida para viver a poderosa amazona. Mais recentemente ela foi uma das estrelas da fracassada série “Lone Star”. Linda Carter, a Mulher-Maravilha original gostou da escolha. Além de Kelley, Bill D’Elia (Justiça sem Limites) também servirá como produtor e a direção será de Jeffrey Reiner (“The Event”).

    Prime Suspect” é uma adaptação de um sucesso inglês para o mercado americano. Será protagonizada por Maria Bello (“Coyote Ugly”) e Toby Stephens (007 – Um Outro Dia Para Morrer). Bello será a Detetive Jane Tannison, papel que foi de ninguém menos do que Helen Mirren, vencedora do Oscar de melhor atriz por A Rainha. Stephens será seu namorado com o qual Tannison vive. Ele tem um filho de seu primeiro casamento e sua ex-esposa não admite que seu filho durma na casa da madrasta. O desenvolvimento da versão americana da série vem sendo um verdadeiro inferno. Originalmente estava prevista para estrear na midseason 2010/2011, mas foi colocada na geladeira, em parte, por não conseguir encontrar uma atriz para protagonista. Uma nova equipe, liderada por Peter Berg (“Friday Night Lighs”), assumiu e reviveu o projeto.

    O projeto “Are You There Vodca? It´s Me Chelsea” é baseado na autobiografia homônima de Chelsea Handler. O papel de Chelsea será de Laura Pepron (“That 70´s Show”). Angel Laketa Moore (Plantão Médico) também está no elenco. O piloto contará a estória de Chelsea, uma garçonete cheia de opiniões e amante de sexo e álcool e está sendo escrito e produzido por Dottie Zicklin e Julie Larson, os criadores de “Dharma & Greg”. A própria Chelsea Handler também está no time de produtores.

    17th Precinct” será um drama policial com tempero de ficção científica. Produzida por Ronald D. Moore (“Battlestar Galactica”), a série contará a estória de ima cidade fictícia onde a magia e o sobrenatural se impõem sobre a ciência. Jamie Bamber (“Battlestar Galactica”) será Caolan, um perito criminal extremamente focado. Stockard Channing (Grease – Nos Tempos da Brilhantina) também está no elenco.

    Smash” é baseada em uma ideia de Steven Spielberg e segue um conjunto de personagens que se juntam para montar um musical sobre Marilyn Monroe na Broadway. Os líderes da trupe são Tom (ator ainda não escolhido), o compositor do musical, e Julia, a letrista da produção, que será vivida por Debra Messing (“Will & Grace”). Katherine McPhee, a vice-campeã da 5ª temporada de “American Idol” fará o papel de uma linda atriz iniciante que faz de tudo para conseguir o papel principal do espetáculo. Também no elenco estarão Jack Devenport (“Flash Forward”) e Megan Hilty (“The Closer”). O piloto terá roteiro de Theresa Reback (“Mulher-Gato”) e direção de Michael Mayer (“Graduation”).

    Bent” será uma sitcom com câmera única estrelada por Amanda Peet (“Studio 60 on the Sunset Strip”). A série é criação de Tad Quill (“Scrubs”). Peet fará uma mãe solteira que tenta a todo custo lutar contra uma forte atração física que sente por seu empreiteiro gostosão. O papel do objeto de desejo ainda não foi entregue a nenhum ator.

    Inicialmente chamado “Bunny Tales”, “Playboy” contará a estória de um grupo de jovens mulheres que trabalham como coelhinhas na filial de Nova York do clube Playboy. Chad Hodge (“Tru Calling”) será o produtor executivo e o roteirista do piloto. Brian Grazer (“Lie To Me”) e Francie Calfo (“Scoundrels”) serão os outros produtores. Laura Benanti (“Eli Stone”) encabeça o elenco, interpretando Carol-Lynne, mulher de 30 anos que é a estrela do clube, mas sabe que seus dias de coelhinha estão contados por conta da idade. Jenna Dewan-Tatum (Ela Dança, Eu Danço) e Leah Renée (“Runaway”) também estão confirmadas no elenco.

    De “REM” pouco se sabe. O pouco que foi divulgado é que se trata de um piloto no estilo de “Inception” (A Origem), no qual um policial se envolve em um traumático acidente automobilístico e acorda em duas realidades paralelas. Jason Isaacs (O Patriota) está no elenco e o projeto é criação de Kyle Killen (“Lone Star”) e seu showrunner será Howard Gordon (“24”). Cherry Jones (“24”) será a psicóloga de Mark Britton (Isaacs) na realidade na qual sua esposa foi assassinada. Também no elenco estarão Wilmer Valderrama (“That 70s Show”), Steve Harris (“The Practice”), B.D. Wong (Law & Order: SVU”) e Laura Allen (“Dirt”).

    I Hate That I Love You” conta a estória de Allie e Missy, um casal de lésbicas. Após serem apresentadas por um casal (Brad e Sarah Camp), as duas decidem morar juntas, mas as coisas se complicam quando Allie fica grávida de Brad. O único nome confirmado no elenco é o de Anna Camp (“True Blood”). O projeto é criação de Jhoni Machinko (“Will & Grace”).

    Grimm” é um projeto de David Greenwalt (“Angel”) e Jim Kouf (A Lenda do Tesouro Perdido) que conta uma estória na qual os personagens dos contos dos irmãos Grimm realmente existem. David Giuntoli (“Privileged”) será Nick Burckhardt, um detetive que começa a ver animais ao invés de certas pessoas. Ele logo descobre que terá que proteger os seres humanos dessas criaturas.

    “Lovelives” é um projeto de Chris Sheridan (Uma Família da Pesada). Trata-se de uma comédia sobre um casal formado por Tim, um professor de literatura, e Holly, que tentam se manter fieis mas não conseguem. Rayb Hansen (“Veronica Mars”) fará Tim, mas também está no elenco de “Friends with Benefits”, outra comédia da NBC que ainda não estreou. Caso esta série vingue, o ator deverá ser trocado se “Lovelives” for transformada em série.

    Inicialmente intitulado “S.I.L.A.”, ou “Special Investigation L.A.”, mas atualmente sem nome, esse projeto é criação de Stephen Gaghan, roteirista de Syriana – A Indústria do Petróleo. O drama complexo, no estilo de “Traffic” e do próprio Syriana, ambientado em Los Angeles contará a história de o prefeito de Los Angeles Alfonso Morales e de sua unidade especial de investigação liderada pelo detetive Terry Mullins, que retorna à Los Angeles para tentar reatar laços com sua filha de 15 anos Jennifer, enquanto tenta manter um relacionamento amistoso com sua ex-esposa e poderosa advogada Mary McCarthy. Jimmy Smits (“Dexter”) será Morales, Noah Emmerich (“White Collar”) fará o papel de Mullins, Ema Dumont viverá a jovem Jennifer e Madchen Amick (“Twin Peaks”) interpretará McCarthy.

    Mike O’Malley (Glee”) será o protagonista de “Family Album”. Comédia de câmera única escrita por Joe Port (“Just Shoot Me”) e Joe Wiseman (“Just Shoot Me”) e dirigida por Shawn Levy (Uma Noite no Museu). A trama conta a estória de Dave, um entusiasmado ex-atleta colegial que, após uma experiência marcante em uma viagem de família, volta para casa determinado em estreitar o relacionamento familiar o máximo o possível. O contrato de O’Malley dita que ele continue seu papel recorrente em “Glee”, como o pai de Kurt, Burt Hummel.

    Tagged”, que será produzida por David Guarascio (“Just Shoot Me”) e Moses Port (“Just Shoot Me”), é uma comédia ambientada no escritório de um médico legista. Gary Cole (“Talladega Nights”) fará James Percy, um respeitado legista que passa a trabalhar com o filho Wally, interpretado por Tommy Dewey (“Roommates”), depois que este se forma. Robin Givens (“Boomerang”), BJ Bales e Lindsey Kraft (Deu a Louca em Hollywood) também estão no elenco.

    Locke & Key” é baseado nas histórias em quadrinho escritas por Joe Hill, filho do mestre da literatura fantástica Stephen King. O elenco será liderado por Ksenia Solo (“Nikita). A trama acompanha a vida da família Locke que, após a morte do patriarca, muda-se para uma casa antiga em Massachusetts. Desnecessário dizer que a casa é dominada por forças sobrenaturais. O elenco ainda conta com: Miranda Otto (Guerra dos Mundos), Jesse McCartney (“Greek”), Sarah Bolger (Terra dos Sonhos), Skylar Gaertner (Law & Order: S.V.U.”) e Nick Stahl (Exterminador do Futuro 3 – A Rebelião das Máquinas). Os produtores são: Ted Adams (30 Dias de Noite), John Davis (“Eu, Robô), Darryl Frank (“Las Vegas”), Josh Friedman (“Terminator: The Sarah Connor Chronicles”), Alex Kutrzman (“Fringe”), Roberto Orci (“Fringe”), e Steven Spielberg (precisa?).

    Touch” marca a volta de Tim Kring, o criador de “Heroes” à TV. A trama gira em torno de um pai que descobre que seu filho autista e mudo consegue prever eventos que ainda estão por acontecer. Kiefer Sutherland (“24”) assinou contrato para fazer o papel principal. A direção do piloto será de Charles McDougall (“The Chicago Code”).

    “Council of Dadsé um projeto de comédia criado por Bruce Feiler. No elenco estão Diane Farr (“Rescue Me”), Patrick Breen (“Eli Stone”) e Ken Howard (“Crossing Jordan”). Na trama, Michael encarrega cinco amigos para formar um conselho de pais com o objetivo de criar suas duas filhas depois que ele morrer. A trama tem como base uma história real, transformada em livro. Na vida real, Bruce Feiler, diagnosticado com câncer, não morreu, mas na versão televisiva Michael morre e os amigos realizam seu desejo. Acontece que eles são pessoas muito diferentes uma das outras e, no que diz respeito a educação infantil, não conseguem chegar a um consenso. Farr interpretará Catherine, a viúva e mãe das crianças, Breen será Jerry, ex-terapeuta de Michael, que faz parte do conselho e Howard será Burt, ex-militar e pai do falecido Michael.

    “Little in Common” é um projeto de sitcom criado por Rob Thomas (“Veronica Mars”). O roteiro conta a história a relação de três famílias de etnias diferentes, cujos filhos pertencem ao mesmo time de baseball. Rob Corddry (“Childrens Hospital”) e Paula Marshall (“Gary Unmarried”) serão os Wellers, Gabrielle Union (“Flash Forward”) e Kevin Hart (Morte no Funeral) os Burleons e Alanna Ubach (“Hung”) e Lombardo Boyar (“The Bernie Mac Show”) os Pachecos.

    Em “Don´t Trust That Bitch in apt 23”, James Van Der Beek (“Dawson´s Creek”) seguirá os passos de Matt LeBlanc e viverá a si mesmo na telinha. A direção será de Jason Winer (“Modern Family”). A série conta a estória de June, vivida por Dreama Walker (“The Good Wife”), uma ingênua, honesta e otimista garota que é forçada a dividir o apartamento com Chloe, vivida por Krysten Ritter (“Veronica Mars”), uma menina festeira e sexy nascida em NY que tem a moral de um pirata. O papel de Van Der Beek foi originalmente escrito para Lance Bass (Trovão Tropical).

    Man´s Last Stand” marca a volta de Tim Allen (“Home Improvement”) à televisão. A série sera uma comédia multicâmeras sobre um homem tentando sobreviver em um mundo cada vez mais dominado pelas mulheres. O piloto tem roteiro de Jack Burditt (“30 Rock”).

    Charlie´s Angels” é o remake de As Panteras, a famosa série dos anos 70. As detetives/modelos serão Minka Kelly (“Friday Night Lights”), Rachel Taylor (“Transformers”) e Anne Ilonzeh (“General Hospital”). O novo Bosley foi o ultimo papel de destaque a ser definido, ficando com Ramon Rodriguez (Transformers: A Vingança dos Derrotados). Assim como na série original, Bosley é o supervisor do trio de beldades detetives e serve como “alívio cômico” quando necessário.

    Em “Grace”, Eric Roberts (“Heroes”) é Michael Grace, um coreógrafo que tem por hábito se envolver com duas dançarinas. Não por acaso, ele tem 3 filhas, cada uma de uma mãe diferente. Uma de suas filhas o ajuda a administrar seu estúdio de dança, que corre perigo de fechar. O projeto é criação de Krista Vernoff (“Grey’s Anatomy”), o piloto será dirigido por Lesli Linka Glatter (“Mad Men”) e a coreografia ficara a cargo de Mia Michaels (“So You Think You Can Dance”).

    Suburgatory” é sobre uma adolescente vivida por Jane Levy (“Shameless”) que se muda de Manhattan para o subúrbio com seu pai. Alan Tudyk (“Firefly”) fará o papel de um antigo amigo morador do subúrbio do pai.

    Damage Control” é o nome definitivo do projeto que já teve o nome provisório de “In Crisis”. Guillermo Diaz (“Weeds”) se junta à Kerry Washington (Justiça Sem Limites) e Henry Ian Cusick (“Lost) na nova criação de Shondra Rhimes (“Grey´s Anatomy”). Na trama, um casal de advogados tem como trabalho gerenciar crises de imagem pessoal e institucional. Katie Lowes, de “Easy Money” será Quinn Rilley.

    Ashley Judd (Risco Duplo), em seu primeiro trabalho na televisão desde o início dos anos 90, está confirmada para o papel principal de “Missing”. Ela será uma mãe que vai à Europa para encontrar seu filho, que desapareceu enquanto estudava na Itália. Além de mãe, a personagem também é uma ex-agente da CIA. Na verdade “Missing” é mais que um projeto de piloto. A ABC já encomendou 10 episódios ao roteirista Greg Poirier (A Lenda do Tesouro Perdido: Livro dos Segredos ). A série será filmada na Europa, não somente por conta da trama, mas também para economizar custos.

    Jenna Elfman (“Dharma & Greg”) está negociando para assumir o papel principal de “Bad Mom”, um projeto de comédia com apenas uma câmera sobre uma mãe solteira cujos filhos estão sendo criados por sua mãe. Quando a vovó decide tomar as rédeas de sua vida, Julia (Elfman) é forçada a voltar a desempenhar o papel de mãe.

    “Partners” é um drama criado por Ed Bernero (“Criminal Minds”) terá no elenco o ator Michael Beach (Third Watch). Na história, duas detetives da polícia escondem o fato de serem meio-irmãs. Beach interpretará um dos detetives da polícia que trabalha com a dupla. Entre outros, o elenco conta com Frances Fisher (“Titanic”), Annie Wershing (“24”), Kenneth Mitchell (“Jericho”) e Michael Beach (“Third Watch”).

    Pan Am – A atriz Christina Ricci está em negociações para estrelar esse piloto da ABC criado por Jack Orman. Ela deverá interpretar uma das comissárias de bordo que trabalham para as línhas aéreas Pan Am na década de 1960. O elenco já conta com Margot Robbie (“Neighbours”) e Michael Mosley (“Scrubs”) que será o co-piloto.

    Once Upon a Time”, escrita e produzida por Edward Kitsis (“Lost”) Adam Horowitz (“Lost”), conta a estória de Anna Swan que é atraída para uma cidade na qual o mundo mágico dos contos de fadas pode ser real.

    Marc Cherry, o criador de “Desperate Housewives”, nos trará “Hallelujah”. Ela será focada em uma cidade do Tennessee sendo despedaçada por forças do bem e do mal, e em um forasteiro que lá chega para restaurar a paz, a justiça e a fé que os habitantes tanto precisam para sobreviver. A série terá Sabrina Wind (“Desperate Housewives”) como produtora executiva.

    Good Christian Bitches” é uma comédia centrada na ex-menina má do colegial Amanda, que retorna à Dallas depois de um escândalo terminar seu casamento. Tendo mudado muito depois de sair da escola, Amanda volta para casa na esperança de ser perdoado por aqueles de quem tanto judiou na juventude. Robert Harling (Leis da Atração), Darren Star (“Sex and the City”) e Aaron Kaplan (O Melhor Amigo da Noiva) serão os produtores. David James Elliot (“JAG”), Kristin Chenoweth (“Pushing Daisies”)

    Revenge” é sobre uma mulher com um terrível segredo, que aluga uma casa nos badalados Hamptons para passar o verão. Mike Kelley (“Jericho”) escreveu o roteiro do piloto e será o produtor executivo.

    Oren Peli e Jason Blum – a dupla que levou Atividade Paranormal (Paranormal Activity) aos cinemas – são os criadores de “The River”. Depois que um famoso aventureiro e celebridade de TV desaparece na Amazônia, amigos, parentes e tripulantes contratados embarcam em um navio e partem para local na esperança de encontrá-lo. Na perigosa jornada, encontram estranhos mistérios e acontecimentos anormais.

    Identity” é um drama policial sobre uma unidade de elite da polícia focada em crimes de roubo de identidade. John Glenn (Controle Absoluto), Mark Gordon (“Criminal Minds”) e Deb Spera (“Army Wives”) serão os produtores.

    A nova criação de Josh Schwartz (“Chuck’) é “Georgetown”. Ela conta as aventuras e desventuras de jovens lobistas em Washington. Stephanie Savage (“Gossip Girl”) e Len Golstein (“The Mentalist”) completam o time de produtores. Kevin Zegras (“Gossip Girl”) será Monty, rico corretor de valores com ótimas conexões familiares e que é um antigo rival do jovem escritor de discursos presidenciais dos Estados Unidos interpretado por Jimmy Wolk (“Lone Star”), no qual a história é centrada. Tiya Sircar (“The Vampire Diaries”) fará a assistente do personagem de Wolk.

    Britt Robertson (“Life unexpected”) está confirmada no papel principal de “Secret Circle”, o novo projeto de Andrew Miller (O Cubo) e Kevin Williamson (“Dawson´s Creek”). Jessica Parker Kennedy (“Smallville”) será Melissa, uma das bruxas da série e Natasha Henstridge (“Eli Stone”) será Dawn Chamberlain, a vice-diretora da escola New Salem. A trama da série é centrada em Cassie (Robertson), uma jovem menina que se muda para New Salem, no Maine, e descobre fazer parte de uma congregação secreta de bruxas. Ela também é a chave para a eterna batalha do bem contra o mal. O ator australiano Louis Hunter também será um bruxo na série.

    “Hart of Dixie” é um piloto criado por Josh Schwartz (“Gossip Girl”) e estrelado por Rachel Bilson (“The O.C.) Ela interpretará a Dra. Zoe Hart, que se muda da cidade de Nova York para uma pequena cidade no sul dos Estados Unidos na qual ela herda um escritório médico. Scott Porter (“The Good Wife”) será George Tucker.

    Heavenly” conta a história de Lily, uma jovem advogada que se junta a Dashiel, um ex-anjo (é isso mesmo que você leu!) interpretado por Ben Aldridge para resolver casos em uma clínica de ajuda legal. Enquanto ela ajuda seus clientes juridicamente, ele salva suas almas. Ryan Egghold (“90210”) fará o pastor Owen.

    Posts Relacionados:

    Tags: , , , , ,